Turma 2012

_________________________________________________________________________________________

 

Nathaniel Reis de Figueiredo

 

Título: Mito e símbolo em Autran Dourado: uma leitura de Os sinos da agonia pela perspectiva do imaginário

 

Resumo: O presente estudo propõe uma análise do imaginário de Os sinos da agonia, originalmente publicado em 1974, do escritor mineiro Autran Dourado (1926-2012). Constatando que a fortuna crítica identifica a relação do romance com o mito de Hipólito e Fedra através de relações de analogias, parte-se da premissa de que uma análise do mítico na literatura deve ser realizada primeiramente através da compreensão de como as imagens simbólicas estão expressas dentro da obra de arte. Para tanto, utilizou-se do referencial teórico do imaginário encontrado na psicologia das profundezas de Carl Gustav Jung, na filosofia da imaginação material de Gaston Bachelard e na antropologia do imaginário de Gilbert Durand. De tais posturas teóricas derivam um método de crítica do imaginário na literatura, conhecido como mitocrítica, que propõe analisar sincronicamente uma narrativa para compreender os conteúdos repetitivos que se relacionam no fio diacrônico do discurso. Com tal abordagem, foi possível identificar a organização das principais imagens do romance, consteladas em mitemas, até chegar ao “segundo texto”, a dinâmica do mito literário presente na narrativa. Ao compreender o núcleo mítico da obra, seu sermo mythicus, as relações com a história de Hipólito e Fedra foram complexificadas, através da percepção de que o livro realiza um diálogo vivo com o mito arcaico, dando significado existencial a uma narrativa sobre o tabu do incesto que toca questões simbólicas da relação entre o homem, o tempo e a morte.

 

Data da defesa: 27/02/2014

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação


 

Suellen Rodrigues Rubira

 

Título: Uma filosofia da composição em “a visita”, de Carlos Drummond De Andrade

 

Resumo: O presente trabalho apresenta a análise do poema “A visita”, de Carlos Drummond de Andrade, partindo da perspectiva do Imaginário de Bachelard. Estudando as imagens presentes no poema é possível conceber “A visita” como uma filosofia da composição de Drummond, dada a referência explícita ao poema “The Raven”, de Edgar Allan Poe.

 

Data da defesa: 10/03/2014

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação


 

Juliana de Souza da Silva

 

Título: Uma leitura de Cristais Partidos, de Gilka Machado, pelo viés do imaginário

 

Resumo: Esta pesquisa foi elaborada com o objetivo de realizar a leitura e a análise da obra Cristais partidos (1915), da poeta brasileira Gilka Machado (1893-1980), sob a perspectiva da teoria do imaginário. Nossa proposta consistiu em compreender como as imagens atuam na produção de sentido do texto lírico. A fundamentação teórica e metodológica, deste estudo, parte da teoria do imaginário de Gilbert Durand, voltada à dimensão simbólica da imagem e ao seu dinamismo criador. Durante o processo de análise incluímos ainda as contribuições de Gaston Bachelard e de Mircea Eliade. Com essa pesquisa, buscamos ampliar o olhar sobre a obra em pauta e a poesia de Gilka Machado e também contribuir para uma resignificação do lugar da poeta e de sua produção nas histórias da literatura brasileira.

 

Data da defesa: 17/03/2014

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação


 

Régis de Azevedo Garcia

 

Título: Silêncio no labirinto das vozes: uma leitura das narrativas da inocência em gone indian, de Robert Kroetsch

 

Resumo: Na década de 1970, o mundo passava por mudanças bastante significativas em termos culturais, especialmente devido à da ascensão da contracultura e de outros movimentos sociais que emergiam no complexo cenário pós-guerra da América do Norte. O sujeito norte-americano experimentava a possibilidade de engajar-se politicamente para oferecer um direcionamento diferente ao seu universo. Da mesma maneira, o indivíduo poderia optar pelo escapismo e pela construção de uma narrativa que o distanciasse dos problemas e os projetasse em Outro. Assim, a partir da observação da relação do sujeito eurocêntrico com a natureza selvagem e com o espaço do Outro, representados no romance Gone Indian (1973), de Robert Kroetsch, serão analisadas características que possam evidenciar a maneira pela qual o subtexto do silêncio e sua construção na narrativa subvertem as narrativas tradicionais e oferecem a possibilidade de uma leitura plural da história oficial a partir de fragmentos de estórias. Com base nas teorias propostas pelos Estudos Culturais e em teóricos como Gayatri Spivak, Homi K. Bhabha, Bill Ashcroft, Margaret Atwood, e outros, a análise tem como foco principal o discurso das personagens Jeremy Sadness e Mark Madham, ou ainda a ausência do discurso na figura da própria imensidão branca.

 

Data da Defesa: 31/03/2014

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação


 

Cibele Hechel Colares da Costa

 

Título: A prole do corvo, de Luiz Antonio De Assis Brasil: aproximações e distanciamentos no romance histórico

 

Resumo: A presente dissertação busca apresentar uma leitura do romance sul-rio-grandense A prole do corvo, de Luiz Antonio de Assis Brasil, a partir das teorias que discutem as relações entre o discurso histórico e o discurso ficcional, através de estudiosos como Hayden White, Paul Ricoeur, Peter Burke, Roger Chartier e outros. Surgindo dessa relação (entre história e ficção), o romance histórico, enquanto gênero, é também foco do presente estudo, com o apoio de leituras teóricas de estudiosos como Gyorgy Lukács e Seymour Menton. Pelo fato de o romance em análise possuir como temática o último ano da Guerra dos Farrapos, observam-se, ainda, alguns estudos que abordam a Revolução Farroupilha sob um viés histórico, como os dos historiadores Moacyr Flores e Sandra Pesavento. Além das discussões em torno do gênero romance histórico, este trabalho apresenta um resgate da fortuna crítica da obra em análise. Quanto a tal aspecto, lança-se um olhar sobre obras de cunho historiográfico para perceber qual lugar Assis Brasil ocupa no cânone da literatura brasileira, bem como se empreende um esboço do panorama literário da literatura sul-rio-grandense no período de produção da obra A prole do corvo. Objetiva-se, com o panorama histórico/crítico/literário, auxiliar a compreensão da obra do romancista como um todo, mas, em particular, do referido romance.

 

Data de defesa: 24/04/2014

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação

 


 

 

Ana Cristina Pinto Matias

 

Título:  Francisco Xavier Ferreira: primórdios da imprensa rio-grandina

 

Resumo: O presente trabalho tem por objetivo contribuir com a historiografia literária sul-rio-grandense e seu sistema literário, através do resgate da obra impressa por Francisco Xavier Ferreira em sua tipografia e dos registros literários da primeira metade do século XIX publicados no jornal O Noticiador. Ao coletar e analisar esses dados, pode-se divulgar melhor os autores, poemas e outros textos pouco conhecidos da região sul do Rio Grande do Sul. Também é possível certificar a veracidade dos dados biográficos referentes aos autores que publicaram nesse periódico. Reunir os dados esparsos sobre Francisco Xavier Ferreira e seus contemporâneos permite igualmente conhecer melhor a história da imprensa no Rio Grande do Sul, já que esse fundou a primeira tipografia e o primeiro jornal da cidade de Rio Grande.
Além dos impressos de 1831 e 1834, o conteúdo literário existente no jornal O Noticiador, publicado de 1831 a 1836, é a fonte primordial para o para entender a inserção da literatura no contexto intelectual da época. Desta forma, busca-se entender a literatura produzida na década de 1830, bem como resgatar o contexto literário da época em que foi produzida.

 

Data de defesa: 04/12/2014

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação

 


 

Karine Brião Oliveira

 

Título:  As manifestações do duplo em contos de  Amilcar Bettega Barbosa

 

Resumo: Esta dissertação pretende analisar as manifestações do duplo na contística de Amilcar Bettega Barbosa. Para tanto, serão debatidos aspectos sobre a teoria do conto, a fim de compreender os principais processos de composição utilizados pelo escritor no corpus escolhido. Ademais, serão apontadas algumas questões sobre a teoria do duplo, para investigar quais as principais ocorrências do fenômeno nos contos do escritor, visando demonstrar de que maneira o aspecto do duplo se relaciona com esse gênero literário, e como pode ser relacionada à questão metalinguística presente na sua obra.e entender a literatura produzida na década de 1830, bem como resgatar o contexto literário da época em que foi produzida.

 

Data de defesa: 21/05/2015

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação

 


 

Marina Cardoso Reguffe

 

Título:  Carmen da Silva, leitora de Simone de Beauvoir

 

Resumo: A produção literária de Carmen da Silva (1919-1985), escritora feminista rio-grandina, revela ecos da leitura da obra da escritora e filósofa feminista francesa Simone de Beauvoir (1908-1986). Esta dissertação de mestrado propõe a leitura e interpretação das obras O sangue dos outros (1945), de S. de Beauvoir, e Sangue sem dono (1964), de C.da Silva, sob a luz de teorias tais como a estética da recepção, intertextualidade, feminismo e existencialismo, no sentido de aproximá-las, no que diz respeito aos ecos da leitura de Beauvoir feita por C. da Silva, além de propor repensar as  categorias literárias a que as obras eleitas pertencem.

 

Data de defesa: 04/03/2015

 

Clique aqui para visualizar a Dissertação