Turma 2005

            ____________________________________________________________________________________________________________

 

Adaidides Pereira Cardoso

Título: Metapoesia, música e outros motivos em Viagem, de Cecília Meireles.

Resumo : A presente dissertação de mestrado estabelece uma proposta de leitura analítico-teórica acerca do livro Viagem (1939), de Cecília Meireles, contemplando grande parte dos poemas que o compõem. Partindo de um estudo voltado aos elementos formais e temáticos que se destacam na referida obra, proponho-me a identificar alguns preceitos caracterizadores da lírica ceciliana, evidenciados, sobretudo, pela reiteração em diferentes textos, de determinados signos e imagens. Um outro fator a ser apreciado refere-se ao caráter metapoético revelado nos conceitos atinentes à arte lírica em si, nas definições genéricas do seu agente, bem como na condição individual e humana da própria autora diante do fazer poético. Por fim, esse estudo crítico também se propõe a apontar, em Viagem, traços representativos de uma postura estética, mais aproximada da modernidade lírica européia da segunda metade do século XIX, do que propriamente de qualquer tendência assumida pelo Modernismo brasileiro.

Data da defesa: 15/outubro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Bianca Ramires Acosta

Título: O Maruí: presença literária na imprensa do século XIX (1880-1882).

Resumo : A proposta dessa dissertação é a de verificar a atividade literária presente na imprensa do século XIX. Para tanto, como corpus, foi escolhido o jornal caricato rio-grandino O Maruí (1880 - 1882) que realizou articulações entre literatura e imprensa, sobretudo através da poesia e da prosa. Nesse contexto o jornal optou por desenvolver uma linguagem de conteúdo contundente e moralizador, configurando assim a crítica de costumes. As mesmas giram em torno da vida política e social, discutindo os hábitos e preceitos morais, críticas essas que ganhavam ainda mais relevância com desenhos mordazes e incisivos. Objetiva-se resgatar textos publicados pelo periódico como forma de garantir o acesso dos mesmos ao estudo de pesquisadores interessados, uma vez que essas fontes primárias encontram-se praticamente inacessíveis ao público em geral. Nessa perspectiva, o foco dessa dissertação é a análise do produto literário veiculado n'O Maruí, observando e analisando como literatura e imprensa articulavam-se e expressavam a crítica de costumes através de textos satíricos e carregados de ironia, tema escolhido para esse estudo, levando em consideração o contexto histórico-literário em que o jornal estava inserido. Para se proceder a análise foi necessário realizar uma antologia que expressasse o tema escolhido a fim de se indexar o material de maior relevância. Muito embora os índices abordem todo o conteúdo do periódico, a transcrição do corpus para a pesquisa se deteve nas matérias literárias com cunho crítico e/ou humorístico. 

Data da defesa: 18/dezembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Cláudia Fernanda de Barros Freitas

Título: Aspectos da história e da literatura na primeira década do Almanaque literário e estatístico do Rio Grande do Sul (1889-1900).

Resumo : Esta pesquisa procura a vinculação entre a história e a literatura presentes no Almanaque Literário e Estatístico do Rio Grande do Sul, do historiador Alfredo Ferreira Rodrigues. O estudo feito abrange as doze edições selecionadas que vão dos anos de 1889 a 1900. A análise proposta abraçou a Parte Literária e a Parte Histórica, separação feita em vista de uma melhor compreensão do tema.

Data da defesa: 18/dezembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Deividi Silva Blank

Título: A tragédia em dois tempos: Ifigênia em Áulis, de Eurípides, e 1874, de Ivo Bender.

ResumoEsta dissertação de mestrado tem por objetivo comparar as tragédias Ifigênia em Áulis, de Eurípides, e 1874, uma das peças que compõem a Trilogia perversa, de Ivo Bender. Tendo-se em vista que este texto trágico de Bender constitui uma releitura do mito de Ifigênia, agora no contexto da Revolta dos Mucker, pretende-se averiguar em que medida o estudo de seus aspectos estrutural e semântico pode afastá-lo ou aproximá-lo de seu intertexto grego. Não se trata somente de estipular como o mito grego da moça imolada pelo próprio pai apresenta-se em duas peças distintas, mas também de destacar, em alguma medida, as características básicas assumidas pelo gênero trágico ao longo dos séculos. Para tanto, recorrer-se-á a um conjunto de textos teóricos e críticos que vão desde a Poética de Aristóteles até a teoria antropológica de Girard apresentada em A violência e o sagrado, passando por escritos de Nietzsche, Bornheim, Lesky, Kitto e outros.

Data da defesa: 19/setembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Enio Everton Esteves Pereira

Título: Uma investigação da figura materna na obra de Augusto dos Anjos.

Resumo : A obra do poeta brasileiro Augusto dos Anjos (1884-1914), no conjunto da crítica literária contemporânea, tem sido objeto de estudos que abrangem várias linhas de pesquisa, chegando a atingir outras áreas, como filosofia, psicologia, antropologia e psicanálise. Nessa conjuntura, sem desmerecer o grande números de estudos feitos sobre o poeta e seu evidente valor, percebe-se que o elemento preponderantemente focalizado na obra augustiana continua sendo a temática lúgubre de seus versos. Apesar da importância, essa característica é uma dentre outras que revestem a poética de Augusto dos Anjos, a qual possui uma amplitude cuja dimensão é proporcional à sua abrangência; assim, o lirismo augustiano reclama análises sobre outras focalizações, tanto do ponto de vista teórico quanto temático, na medido em que os versos do poeta trazem uma significativa variedade de elementos, levando sua proposição para além dos enfoques até aqui explorados na seara augustiana. O tema escolhido para o presente trabalho dissertativo é a investigação da figura materna na obra de Augusto dos Anjos. Além da teoria literária, houve a utilização do enfoque imaginário como instrumento utilizado para avaliar aspectos arquetípicos, estéticos e extraliterários que emergem do texto. Três poemas foram explorados como eixo nuclear da pesquisa, sendo agregados a estes trechos de outros e mesmo alguns poemas inteiros e respectivas análises, pelas quais se pôde verificar a (re)construção mítica e metaliterária do poeta e particularidades desse processo. A teoria cumpre papel de instrumento elucidativo das hipóteses levantadas, mas as respostas a estas dependem mais dos poemas e das propostas originais do autor em foco e das possibilidades do arquétipo estudado em seus vários desdobramentos, possibilidade e dinamismo ativo.

Data da defesa: 27/dezembro/2007

Clique aqui para  visualizar a Dissertação


Juliana Votto Cruz

Título: A construção do sujeito histórico em Avante soldados: para trás.

Resumo : A presente dissertação discute a relação entre ficção e história, propondo uma tradução entre ambos os discursos, por meio da análise da composição cultural do sujeito histórico no romance Avante, soldados: para trás (1992), de Deonísio da Silva. Foram consideradas as transformações da poética da narrativa ficcional histórica ao longo do século XX e a condição pós-colonial do Brasil, levando em conta conceitos como hibridismo, multiculturalismo, diáspora e carnavalização num contexto pós-moderno. Igualmente, realiza-se uma leitura cultural das personagens e uma revisão da obra de Deonísio da Silva em relação ao sistema literário atual.

Data da defesa: 14/setembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Kátia Cilene Silva Santos Conceição

Título: A personagem feminina na obra de Simões Lopes Neto: uma releitura do mito de Lilith.

Resumo : Esta dissertação investiga a caracterização das personagens femininas a partir das representações da mulher verificadas em textos de Contos gauchescos e Lendas do Sul, de João Simões Lopes Neto. Assim, são discutidas as relações entre o universo da mulher natural e sobrenatural, os papéis destinados a elas, os modos como são caracterizadas, bem como suas trajetórias esperadas e possíveis no mundo narrado. Além disso, faz-se uma comparação com o mito de Lilith, com o qual se procura estabelecer relações para a investigação dessa caracterização, apresentando os diferentes olhares lançados à figura feminina dentro do corpus selecionado. Agindo assim, busca-se uma abordagem ao texto literário subsidiada por aportes da História da Literatura, da Teoria do Mito, bem como das Teorias do Imaginário, com o intuito de contribuir para uma nova perspectiva da representação da personagem feminina na obra de Simões Lopes Neto.

Data da defesa: 1º/outubro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Luciano Passos Moraes

Título: Identidades transculturais: um estudo da série Visitantes ao Sul, de Luiz Antonio de Assis Brasil.

Resumo : Luiz Antonio de Assis Brasil destaca-se na literatura brasileira contemporânea por conceber romances nos quais episódios marcantes da história do Rio Grande do Sul são ponto de partida para a revisão de valores presentes no discurso historiográfico oficial. Nessa perspectiva, traz à luz heróis comuns, freqüentemente relegados ao esquecimento, e logra uma ficção que incita a reflexão a respeito de temas contemporâneos, notadamente a riqueza do contato entre diferentes culturas. A partir dessas noções, esta dissertação de mestrado propõe a leitura e análise dos romances O pintor de retratos (2001), A margem imóvel do rio (2003) e Música perdida (2006), no que diz respeito à trajetória de seus protagonistas. Na investigação são observados os processos de busca identitária das personagens, por meio da relação com outros temas contemporâneos, dentre os quais despontam as questões de alteridade, transculturação e hibridização. A observação desses aspectos na série Visitantes ao Sul visa contribuir para a valorização da ficção de Assis Brasil no âmbito acadêmico, a partir de referencial teórico ligado ao campo dos estudos culturais.

Data da defesa: 14/setembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Luiz Felipe Voss Espinelly

Título: Tudo além: a busca do reconhecimento identitário em Onde andará Dulce Veiga?

Resumo : A presente dissertação analisa o romance Onde andará Dulce Veiga?, de Caio Fernando Abreu, e tem a busca pelo reconhecimento identitário como foco, principalmente no que concerne aos sujeitos marginais e sua procura por integração à sociedade. A representação na pós-modernidade é problematizada, bem como a questão da paródia nesse período e as relações entre arte e mercado. A busca do sujeito por identidade analisa-se através da procura empreendida pela personagem protagonista do romance e de aspectos do tempo e espaço, essenciais por apresentarem na diegese os pontos questionados na teoria. São relacionados, também, alguns elementos externos à obra em análise, que reforçam a característica intertextual do período pós-moderno e do próprio corpus escolhido.

Data da defesa: 28/novembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Marcela Wanglon Richter

Título: toda gente lê no azul mais alto o seu destino: poesia e imaginário em Giraluz, de Augusto Meyer.

Resumo :  Luz, palavra, paixão e movimento. A conciliação vertiginosa desses elementos perfaz a obra poemática Giraluz (1928), de Augusto Meyer, e institui, em seu âmbito, um universo onírico que nasce sob a égide da transcendência. Nesse sentido, esta dissertação analisa a formação e a dinâmica do cosmos imaginário presente na referida obra. O fio condutor deste percurso exegético contempla o vínculo mítico estabelecido entre o poeta gaúcho e a imagem primordial do Ar. O arquétipo ressurge sob o duplo papel iniciatório: dirige os devaneios poéticos de libertação e integração à totalidade cósmica e responsabiliza-se pelo nascimento do mito de Ícaro. Considerando tal proximidade, proponho uma leitura da poesia de Meyer a partir do horizonte filosófico e simbólico erigido pelo mito. Almejo a demonstrar que, no sopro encantador do poeta, vibra o vento dialético da criação, capaz de transformar ascensão em ordem e queda em desordem. Concebida a partir desse prisma, Giraluz pode localizar-se como obra intervalar no conjunto da produção poética de Meyer, já que é responsável por um dos momentos mais fecundos do Modernismo sul-rio-grandense - encantador pela sinceridade comovente de seu depoimento humano, singular pela beleza com que expressa o sonho finalmente conquistado.

Data da defesa: 27/agosto/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Márcia Morales Klee

Título: Fantasmas da paisagem gótica feminina: a tradição dialoga em Changing Heaven, de Jane Urquhart.

Resumo : O presente trabalho propõe o estudo de Changing Heaven - romance de Jane Urquhart publicado em Toronto, Canadá, pela editora Emblem Editions, em 1990. Com ele, pretendo demonstrar a relação existente entre o universo romanesco proposto por Urquhart e aquele da tradição gótica inglesa de autoria feminina, com a qual ela abertamente dialoga. Além disso, aproximo Changing Heaven da série anglo-canadense para o mesmo gênero, estabelecendo, entre eles, relações que visam a caracterizar a feição assumida por esta narrativa junto ao país de Urquhart. Por fim, discorro brevemente sobre de que forma Changing Heaven dialoga com ou revisa a linhagem/ancestralidade de romances góticos de autoria feminina. O conceito de gótico feminino utilizado aqui é aquele cunhado por Ellen Moers (1977). Para o estudo do gótico, embora muitas fontes tenham sido consultadas, vali-me principalmente das concepções de Eugenia DeLamotte e seu Perils of the night: a feminist study of the nineteenth century Gothic (1990). Neste estudo, defendo que a moldura gótica adotada por Urquhart em Changing Heaven permite-lhe sublinhar os temas da identidade, alteridade, memória e o processo de criação artística, bem como reafirmar sua escritura através do diálogo com o romance Wuthering Heights (1897), da inglesa Emily Brontë, a grande matriz narratológica por trás do seu romance.

Data da defesa: 13/fevereiro/2008

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Paula Raquel da Silva Dutra

Título: O olhar viajante: El arpa y la sombra, de Alejo Carpentier.

Resumo : Nesta pesquisa centralizo meu interesse no problema do olhar e seus múltiplos desdobramentos em uma poética da narrativa. Busco elaborar uma noção a respeito do olhar, articulando o discurso teórico dos textos narrativos e da crítica cultural, para definir traços que caracterizam uma figura de decisivo impacto no romance latino-americano do século XX: o viajante. Partindo desses pressupostos, estudo a obra El arpa y la sombra, do escritor cubano Alejo Carpentier, romance que tem como sujeitos relatores dois singulares viajantes: o Papa Pio IX e Cristóvão Colombo, com especial enfoque no estudo das estratégias discursivas que o escritor desenvolve para dar um olhar, e, conseqüentemente, uma percepção do mundo americano, a esses personagens relatores.

Data da defesa: 19/dezembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Paulo Sérgio Andrade Quaresma

Título: A morte, os mortos e o morrer na Crônica da casa assassinada de Lúcio Cardoso.

Resumo : O presente estudo, de cunho dissertativo, tem como objetivo desenvolver uma análise interpretativa sobre as percepções do homem diante da morte, da presença dos mortos e do sentido de morrer no romance Crônica da casa assassinada (1959), do escritor mineiro Lúcio Cardoso (1912-1968). Junto a esses objetos de investigação, são averiguados, também, o processo de decadência e de empobrecimento que se abate sobre a família Meneses e os efeitos desse fenômeno para a manifestação de diferentes transgressões sexuais, que por sua vez, envolvem o adultério, o incesto e a necrofilia. Essas são variáveis secundárias, mas que interferem deveras na trama romanesca, além de serem alguns dos traços desencadeadores para a extinção desse grupo. Para a construção deste ensaio, são manuseadas idéias provenientes de diferentes áreas do conhecimento, tais como da antropologia, da história, da literatura, da medicina social e da psicologia. No percurso, para alcançar as metas propostas, o texto da dissertação é dividido em duas partes, cada uma por sua vez, composta por três e dois capítulos, respectivamente. A primeira parte esboça a moldura histórica em que as produções do romancista são publicadas, assim como identifica as instâncias narrativas que fazem parte da diégese cardosiana. A segunda parte deste trabalho expõe a ruína econômica e o esfacelamento das relações afetivas e familiares dos Meneses, fatos esses diretamente associados à morte das personagens do romance e do fim dessa estirpe mineira.

Data da defesa: 30/novembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Thaís Rubira Cadaval

Título: A construção das personagens femininas na obra Há um incêndio sob a chuva rala, de Vera Karam.

Resumo : Esta dissertação visa à análise dos contos presentes na obra Há um incêndio sob a chuva rala (1999), da escritora gaúcha Vera Karam. Utilizo-me de postulados teóricos vinculados à Crítica Literária Feminista e às categorias da narrativa, bem como aos conceitos de ironia e ao sentido do trágico na contemporaneidade, para verificar de que forma eles são combinados na construção das personagens femininas. Essas bases conceituais encontram-se no primeiro capítulo, intitulado Diálogos teóricos: a teoria a serviço da prática textual. Neste capítulo, abordo o estudo O conto sul-rio-grandense: tradição e modernidade (1999), da professora e crítica Gilda Neves Bittencourt, pois a tipologia proposta amplia as fronteiras de análise, no que diz respeiito às tendências temáticas e narratológicas do conto sulino contemporâneo. Para conceituar ironia, o posicionamento de Linda Hutcheon, em Teoria e política da ironia (2000), serve de apoio, possibilitando autenticar as diversas circunstâncias de uso desta figura por Karam. A abordagem aos postulados teóricos acerca do sentido do trágico na contemporaneidade inclui os posicionamentos de Yves Stalloni (2002), Emil Staiger (1997), Albin Lesky (1997) e principalmente de Gerd Bornheim (1975). Este conceito sustenta a dicussão a respeito da presença deste traço nas personagens femininas, que é enfatizado conforme os papéis que elas desempenham na sociedade. Recorro também às reflexões acerca de gênero formuladas por Susana Funck (1994), Joan Scott (1990), Rita Terezinha Schmidt (1994) e Marta Gordo García (2007), entre outras, com o fim de explicitar a perspectiva de uma leitura a partir deste conceito enquanto categoria de análise. No segundo capítulo, intitulado Um olhar sobre os contos de Vera Karam, realizo a análise das narrativas, considerando a confluência de aspectos, tais quais, a tipologia do conto, a ironia e o trágico, bem como as questões de gênero na construção das personagens femininas. Distribuo as análises dos contos em dois subcapítulos: A imagem refletida e A imagem construída. Três, dos oito contos, estão inseridos na primeira parte, pois aqui as protagonistas mostram-se como se vêem. Elas se autodefinem, refletindo, portanto, suas próprias imagens. Nos demais contos, as personagens são destituídas de voz própria, e suas imagens resultam da visão de um/a narrador/a. Apesar dos modos diferenciados de narrar, Karam direciona seu fazer artístico para a construção formal e temática e do status social das personagens femininas. Por meio delas é que a autora elabora e propõe a denúncia e a crítica social, além de explorar possibilidades de transgressão das mulheres às normas a elas impostas. A inegável habilidade técnica de Vera Karam associada a padrões artísticos/estéticos demonstrados em sua écriture, constituem-se em fortes fatores determinantes para sua inserção na historiografia literária sul-rio-grandense.

Data da defesa: 21/dezembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação


Valéria Ferreira Oliveira

Título: A Força da poesia: uma leitura de Maria Carpi.

Resumo : A presente dissertação integra um olhar do conjunto da poesia de Maria Carpi, escritora gaúcha de reconhecida trajetória. Sua obra poética é caracterizada temática e estilisticamente, centrando-se o estudo na leitura crítica de A força de não ter força como livro e na análise de poemas representativos. Por se tratar de uma obra com uma poética peculiar, tributária do barroco, o estudo, igualmente, reflete a reapropriação moderna do barroquismo literário, permeada a poesia de Maria Carpi de signos contraditórios, imagens dissonantes e espaços dialógicos, que evidenciam sua criatividade artística e significação cultural.

Data da defesa: 7/novembro/2007

Clique aqui para visualizar a Dissertação